Observação em La Palma: dia 5

Quando astrônomos não têm nada pra fazer devido a más condições de observação

Quando astrônomos não têm nada pra fazer devido a más condições de observação

Escrito em 21/04/2014

Sucesso! Nós temos dados! Finalmente, depois de 3 noites completamente encobertas, o tempo deu uma trégua e as nuvens deram espaço para as estrelas. Estou escrevendo esse texto às 4h50 em horário local, enquanto meus colegas aproveitam o bom tempo para fazerem suas respectivas observações.

Eu e minha companheira observamos a galáxia NGC 4203, localizada na constelação de Coma Berenices, com o objetivo de obter dados de luminosidade na banda espectral estreita chamada H-alfa, que é um dos indicadores de formação estelar em galáxias. Além disso, também observamos na banda R, que será utilizada para subtrair o espectro contínuo desse objeto. Isso, e uma série de calibrações relativamente complicadas, são necessários para se calcular a luminosidade absoluta (ou intrínseca) da galáxia.

O domo do telescópio INT e a constelação de Coma Berenices

O domo do telescópio INT e a constelação de Coma Berenices

Depois de sairmos com sorrisos nos rostos e mais de 30 minutos de exposição no bolso, passamos o bastão para a próxima dupla, que observou os aglomerados de galáxias Abell 963 e 2192. O objetivo deles é obter dados de calibração para observações no regime óptico para esses objetos, que foram profundamente observados no radiotelescópio WSRT (Westerbork Synthesis Radio Telescope, localizado aqui na Holanda).

É interessante ver como as condições do tempo aqui no alto da montanha podem mudar em uma questão de apenas alguns segundos. Enquanto a segunda dupla fazia suas observações, eu saí no terraço do telescópio para tirar umas fotos do céu noturno, e enquanto eu fazia uma exposição na minha câmera de apenas 30 segundos, uma densa camada de névoa encobriu completamente o domo, que teve de ser fechado e a observação interrompida. Mas essas condições retornaram a ser favoráveis após uns 20 minutos.

Neste momento são 5h15 da manhã, horário local, e a terceira dupla da noite iniciou suas observações, que consistem em dados em várias bandas para as galáxias anãs do Dragão e da Ursa Menor. Aparentemente, eles precisam de ótimas condições de seeing para obter dados “usáveis”, e neste momento o seeing está por volta de 1,5, o que é uma boa notícia. Quando nós estávamos observando NGC 4203, ele estava acima de 2,0, mas felizmente não precisávamos de condições assim tão exigentes para nosso projeto.

DSC_0119

Nascer do Sol após uma longa noite de observação no INT

Anúncios

Fique à vontade para comentar, aqui não há certo ou errado, nem censura de ideias. Mas, por favor, seja claro e, acima de tudo, use pontuação. Comentários ininteligíveis ou ofensivos não serão publicados.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s