Previsão celeste semanal (01 a 07/09/2012)

Atualizado: adição da chuva de meteoros Gamma Aquarids.

Esta previsão celeste está sendo feita para um local na latitude 22° S (ou -22°). Quanto mais afastado você estiver desta latitude, mais deslocado para o sul ou norte será o posicionamento dos objetos no céu. Isso é particularmente evidente na observação de satélites e ocultações, cujas posições no céu variam ainda mais. Para ampliar as imagens, basta clicar na mesma e ela se abrirá em uma nova janela.

Ao anoitecer (a partir das 19h), Hércules, Lira e Cisne dominam o horizonte norte. No horizonte sul, as constelações do Cruzeiro do Sul e Centauro saltam aos olhos; nesta região do céu, quem estiver em um local sem poluição luminosa, poderá contemplar a galáxia satélite Pequena Nuvem de Magalhães. No zênite (“topo” do céu, acima da sua cabeça), encontram-se as belas constelações de Escorpião e Sagitário, com a Via Láctea ao fundo. O centro da nossa galáxia fica neste direção!

Horizonte norte no dia 04/09, às 19h00

Horizonte sul no dia 04/09, às 19h00

Zênite no dia 04/09, às 19h00

No horizonte leste é possível observar as constelações Peixe Austral, Capricórnio e Aquário, mas estas duas últimas não possuem estrelas muito brilhantes, por isso podem ser difíceis de ser identificadas se você não estiver com a visão apropriada. As estrelas Fomalhaut, Alnair e Beta Gruis (estas duas na constelação do Grou) formam um triângulo que pode ser facilmente identificado no céu. No horizonte oeste pode-se observar Virgem, Corvo e Boieiro se pondo.

Horizonte leste no dia 04/09, às 19h00

Horizonte oeste no dia 04/09, às 19h00

A Lua estará saindo da fase cheia (dias 30 e 31 de agosto, na constelação de Aquário) e estará em quarto minguante (50% de face iluminada) entre os dias 7 e 8 de setembro, na constelação de Touro. Saturno estará visível no horizonte oeste até as 20h, na constelação de Virgem, próximo à estrela Spica (alfa de Virgem). Marte, o planeta vermelho (que para nós parece ser uma estrela vermelha que não pisca) está se afastando de Virgem, se dirigindo à constelação de Libra, e estará visível até as 21h.

______________________________________

O amanhecer (05h) tem como destaque o horizonte nordeste, onde pode-se observar o nascer das constelações de Gêmeos,  Unicórnio, e Cão Menor ; à leste localiza a estrela mais brilhante do céu: Sirius, na constelação de Cão Maior. É possível observar a olho nu o aglomerado de Plêiades em Touro. Enquanto isso, Aquário e Peixe Austral se põem no horizonte oeste. No horizonte norte, pode-se contemplar a constelação de Perseu, e a sudoeste, uma das constelações mais interessantes do céu: Carina (Quilha), com a brilhante estrela Canopus; ainda no sul, quem estiver em um local sem poluição luminosa poderá ver a olho nu as galáxias satélite Pequena e Grande Nuvem de Magalhães.

Horizonte norte no dia 05/09, às 05h00

Horizonte sul no dia 05/09, às 05h00

Horizonte leste no dia 05/09, às 05h00

Vênus (o astro mais brilhante no amanhecer, depois da Lua), se dirigindo a Câncer, e Júpiter (um pouco menos brilhante), em Touro, ainda continuam sendo um dos espetáculos mais bonitos no céu. O planeta Mercúrio não poderá ser visto até outubro, pois está visualmente muito próximo do Sol.

Se você tiver um binóculo ou telescópio, eu recomendo fortemente que observe a Galáxia de Andrômeda (que na imagem a seguir aparece como Grande Nebulosa de Andrômeda) e a Nebulosa de Órion. Caso você não tenha um equipamento, ainda é possível observar estes objetos a olho nu em locais com baixa poluição luminosa, mas eles aparecem como pontos borrados no céu ao invés de apresentar uma forma definida.

Galáxia de Andrômeda, Plêiades e Nebulosa de Órion no dia 05/09, às 05h00

___________________________________

Durante os dias 1º a 7, a Estação Espacial Internacional (ISS) estará sobre a região sudeste do Brasil todas madrugadas (exceto no dia 2), por volta das 04h40~05h30h, e nos dias 4 a 7 também será visível ao anoitecer (entre 18h50 e 19h40); terá magnitude entre -3,0 (mais brilhante que Júpiter) e -1.0 (tão brilhante quanto Sirius). O telescópio espacial Hubble poderá ser observado todas as noites, entre 18 e 20h, com magnitude entre 0,9 (equivalente ao brilho de Betelgeuse) e 2,8 (visto em locais com pouca poluição luminosa). Consulte este tópico para saber mais detalhes e como observar objetos próximos à Terra.

Nesta semana você poderá tentar a sorte em observar as seguintes chuvas de meteoros:

  • Alpha Aurigids, na constelação de Auriga (Cocheiro), com previsão de máximo para o dia 1º e taxa horária zenital (THZ) de 10. A melhor hora para observação é a partir das 5h.
  • Gamma Aquarids, na constelação de Aquário, com previsão de máximo para o dia 7 e THZ = 4. A melhor hora para observar é entre 21 e 00h.

Fontes de informação: Software Bisque TheSkyX, Heavens-Above, Climatempo

Mapas celestes gerados por: Stellarium

Anúncios

Fique à vontade para comentar, aqui não há certo ou errado, nem censura de ideias. Mas, por favor, seja claro e, acima de tudo, use pontuação. Comentários ininteligíveis ou ofensivos não serão publicados.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s