Porquê eu entrei na carreira científica

Crédito: Walt Disney

Desta vez estou escrevendo um post mais pessoal. Tem tanta coisa acontecendo nesses dias que a inspiração astronômica me escapa a todo momento. O tempo fechado também não está ajudando em nada! Mas enfim…

Primeiramente, não leve o quadrinho acima muito a sério. Nas palavras do Seu Madruga, “trabalhar não é ruim, o ruim é ter que trabalhar”. E esse é um dos motivos de eu ter decidido me dedicar à carreira científica.

Eu costumo admitir abertamente que não gosto de trabalhar, principalmente em escritórios, em funções repetitivas ou mundanas. Não tenho nada contra pessoas que fazem isso, mas se eu tive a oportunidade de escolher (graças ao esforço de meus pais), eu preferi escolher algo que me traga algo mais do que simplesmente dinheiro e/ou poder. É aí que entram os quesitos paixão e diversão.

Desde criança eu sempre gostei muito de ciências: eu lia revistas e enciclopédias científicas, assistia documentários… Os assuntos que eu mais gostava eram anatomia humana, zoologia e astronomia, coincidentemente os mesmos temas que constavam em uma enciclopédia ilustrada que tinha na minha casa.

No entanto, à medida que fui crescendo, acabei sendo, por assim dizer, “corrompido” pelo pensamento seco e sem graça do mundo dos adultos: estude bastante, faça faculdade de engenharia/medicina/direito, compre um carro, uma casa, outros imóveis, junte bastante dinheiro, envelheça, e no fim da vida viaje pelo mundo. E qual o problema disso? Nenhum, desde que seja uma escolha sua, e não uma escolha dos outros (leia-se pais, família, amigos etc.)

Eu cheguei a fazer engenharia, fazer estágio e trabalhar por alguns meses. O meu problema é que… aonde entra a diversão e paixão nesse esquema? Lá no fim da vida, quando eu já estiver velhinho? Argh, mas isso é chato demais.

Felizmente, eu ainda poderia mudar. Não é qualquer pessoa que tem essa oportunidade, muita gente por aí acaba sendo obrigada a trabalhar em coisas chatas e mundanas, geralmente por uma força maior. E é por isso que sou infinitamente grato a meus pais, por me proporcionarem a liberdade de escolher o que eu quisesse, mesmo com as dificuldades financeiras.

Foi em 2011 que tive a epifania do que eu deveria fazer. Me lembrei de minha paixão por ciências na infância, principalmente em Astronomia, e foi aí que decidi seguir a carreira científica. Fiz uma prova de transferência para o curso de Fìsica na mesma universidade em que cursei Engenharia, e passei. Logo na primeira semana de aula procurei um orientador para pesquisa e desde então tenho mergulhado cada vez mais nesse mundo.

Eu tinha plena consciência que uma carreira científica geralmente não é tão glamourosa quanto, por exemplo, a de um médico ou engenheiro. Também sabia do alto nível de dificuldade em estudar e praticar Física. Mas nada disso me parou: eu estava (e ainda estou) buscando nada mais do que a pura e simples diversão. Quero poder acordar de manhã (considerando que 11h ainda é manhã!) e saber que vou fazer algo interessante e diferente a cada dia.

Quando alguém me pergunta qual a finalidade da Astronomia para a sociedade, respondo sem titubear: nenhuma! Eu faço isso somente para satisfazer a minha curiosidade. Qualquer outro benefício que ocorra para a sociedade (inovações tecnológicas, imagens bonitas, inspiração etc.) nada mais é do que os frutos secundários da busca pela satisfação própria.

É, eu sei que isso soa bastante egoísta… Mas no fundo, todos nós queremos isso, não? O que muda é a escolha de cada um. Se eu pudesse dar um conselho a todas crianças e jovens por aí, eu diria “siga o seu caminho”.

Anúncios

Fique à vontade para comentar, aqui não há certo ou errado, nem censura de ideias. Mas, por favor, seja claro e, acima de tudo, use pontuação. Comentários ininteligíveis ou ofensivos não serão publicados.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s